quinta-feira, 14 de julho de 2011

corrina, corrina

é meio difícil colocar tudo no lugar, quando só eu arrumo a casa. sério, não há chuva de moedas que aguente tantos guardanapos que anselmo, júlia, luisa  e clara deixam pela casa - todo acampamento que fazem aqui em casa é a mesmíssima coisa, todos os copos vazios,  cartas de bufão pela mesa, claves de sol, fá e dó e silêncio, semimínimas de dor em todo lugar, e ninguém que sequer queira lavar minha panela de pipoca - ué, só eu sinto dor? ninguém mais conversa nessa casa? ninguém mais bagunçou minha vida senão eu mesma? agora, sem a ajuda dos meus infalíveis amigos - anselmo bem sabe disso, eu jamais teria terminado de arrumar a casa. é só encarnar a corrina. 


"dont you know each cloud contains pennies from heaven?"
"truth it is"
"keep you umbrella upside down (and remember cherishing your solitude)", says Billie Holliday to me.

and i thought about that (in my bilingual sapere/sentire audiovisual walking merchant machine) with no worries but the ones i got. sometime, it will rain again, i'll be able to see those pennies everyone talks about.