gastações universais

uma vez, chico disse que "Deus é um cara gozador, adora brincadeiras". ousando completar suas idéias (e deixando de lado qualquer questão teológica), eu diria que a gastação preferida Dele é o universo. de que outra maneira o seguinte seria possível?




não enlouqueça ainda não, deixe eu explicar antes: ao longo do ano, o sol faz um movimento aparente no céu. então, se tirarmos fotos do sol de um mesmo lugar, no mesmo horário, em vários dias do ano, e sobrepormos todas as imagens, o que nos sobra é essa analema. arriscando subestimar seu poder de percepção, vou dar uma dica.


repare no 'sol maior'. é a sobreposição da foto do sol normal em um em eclipse total. ele te lembra alguma coisa?

ah, mas você acha que o universo é gastação leve? então tá. olhe para as estrelas no céu da sua casa: elas são realmente lindas, não? agora pegue uma câmera e tire uma foto delas, fazendo questão de deixar o obturador aberto por algumas horas... Sabe o que você ganha?


em fotografia, isso é chamado de 'star trail', e quanto mais perto dos pólos, mais concêntrica fica essa espiral. aos olhos atentos, o risco que não segue a espiral é uma perseida, que não está nem aí pra essa onda.



interessante comentar que, quanto mais próximo à linha do equador, mais a imagem se assemelha a algo assim, como a interseção de duas espirais. aos curiosos, o rastro mais forte, no canto inferior esquerdo, é nossa querida Vênus, ou para os mais íntimos, dona d'alva. e sim, tem uma perseida ali em cima, também.



no fim das contas, você pode não acreditar em muita coisa, mas nunca vai poder negar que o universo gasta tanto em você quanto você nele.